Notícias

Isac critica projeto econômico do ministro Paulo Guedes

O vereador Isac Silveira (PCdoB) utilizou a Tribuna da Assembleia Legislativa do Estado de Sergipe (Alese) na 8ª Sessão Ordinária da Câmara Municipal de Aracaju (CMA) nesta terça-feira, 10. Ele aproveitou a sua fala para fazer duras críticas ao governo de Jair Bolsonaro, e em especial à política do ministro da economia, Paulo Guedes.

Aproveitando a recente alta do dólar, que vem atingindo valores próximos aos R$ 5, Isac pontuou os efeitos que isso traz à população em todas as esferas. Segundo ele, tal situação é fruto da política econômica de Paulo Guedes, que foi chamado de “incompetente” pelo vereador por desvalorizar a moeda nacional.

“Alguns ficam contrariados, porque acham que discutir o cenário nacional não é discutir as nossas necessidades. Mas imagine que temos um dólar hoje a quase R$ 5. E qual a é a consequência disso? O pão mais caro, o trigo e seus derivados bem mais caros, os medicamentos importados muito mais caros, tecnologias compradas com valores bem maiores, e todo o país faz um retrocesso em relação ao seu caminhar para a modernidade. Tudo isso é fruto de uma política errada de Paulo Guedes. Não é apenas o coronavírus, isso também. Mas ele disse que o aumento do dólar é bom para a nação brasileira, e não é. Se você quer tornar o brasil uma ‘republiqueta de bananas’, um país que vive subsidiário das grandes nações, é um bom um caminho. Mas qualquer país que quer ser forte precisa ter uma moeda forte. Nós temos uma moeda desmoralizada por um ministro incompetente que diz impropérios constantemente. E as importações? Um país como nosso é muito dependente de diversos produtos”, contestou Isac.

O parlamentar continuou seu discurso lembrando do crescimento de 1% do PIB brasileiro em 2019, e dizendo que as reformas do governo que prometiam ajustar o país não tiveram o efeito esperado. Isac encerrou dizendo que a política de Paulo Guedes, caso continue, irá tornar o Brasil uma das nações “mais pobres do mundo”.

“O aumento do PIB brasileiro é de 1%, novamente as projeções não foram cumpridas. O argumento era de que o país voltava a crescer com a reforma trabalhista, a terceirização, a reforma da previdência. O país não cresceu. Está provado que esse governo anda a passos largos para lançar este país em sua pior crise econômica da história. Você já governa esse país há quase um ano e três meses, e esse país não dá sinais de recuperação. E enquanto isso o desemprego avança, temos 14 milhões de desempregados! Qual é a lógica?”, disse o vereador.

“O resultado disso é um povo paupérrimo. A gente se sente impotente, incapaz, machucado por não conseguir apontar a uma população que clama por emprego. E agora Paulo Guedes diz que tem as soluções, fazer as reformas. Agora querem a reforma administrativa. O país não vai crescer. Paulo Guedes vai lançar a nossa nação a uma das mais pobres do mundo em uma política que nada cria e nada investe”, complementou.

 

Reportagem escrita por Eduardo Costa e Aleandra Brito

Foto: Gilton Rosas

Artigos relacionados